Alianças e programas

Somos um cenário de oportunidades para criar articulação e sinergia entre membros e parceiros. Desde a criação da Rede, propiciamos a criação de 13 programas e fundos nacionais e regionais para o investimento social, o acompanhamento e o desenvolvimento de comunidades.

Programas vigentes

Programa Gerar

O Programa Gerar está inserido na temática de negócios inclusivos para apoiar empreendimentos produtivos de populações em situação de vulnerabilidade social, com o objetivo de integrá-los na Cadeia de Valor das indústrias em médio prazo.

Os empreendimentos são apoiados através da entrega de fundos não reembolsáveis. Foram realizadasdiversas atividades de capacitação e de acompanhamento técnico até o final de 2015, como primeira etapa. Por sua vez, está previsto que novas entidades se somem a esta aliança no curto prazo.

 


 

Ações Educativas Locais- AEL

O Programa AEL foi criado em 2006 como uma aliança entre a Fundação Interamericana (IAF) e os membros do Bloco argentino. Tem como objetivo promover e fortalecer Espaços Articulados Locais nos quais se constroem parcerias entre atores públicos e privados para melhorar as oportunidades socioeducativas locais de crianças e adolescentes e construir espaços de negociação permanentes para atender as crianças em nível local.

O programa se desenvolve a partir da intervenção comunitária, pois se entende que as organizações de base possuem as capacidades para determinar suas necessidades, os recursos disponíveis, assim como favorecer a articulação entre atores. As fundações do bloco (Fundação Arcor, Fundação Holcim Argentina, Fundação Loma Negra e Shell S.A), por sua parte, proporcionam assistência técnica, capacitação e financiam os projetos.


O AEL atua em diferentes províncias da Argentina, como Mendoza, Tucumán, Córdoba, Catamarca e na Grande Buenos Aires, e trabalha com mais de 20 organizações de base.

Fundo Comunidade em Rede, Brasil

O Fundo Comunidade em Rede (FCR) é o resultado de um convênio entre membros do Bloco do Brasil e a Fundação Interamericana (IAF). Os objetivos centrais são o fortalecimento das organizações de base e a elaboração de projetos territoriais coletivos. A expectativa é estruturar redes em comunidades autônomas e fortalecidas com o apoio e protagonismo das organizações de base.

Os integrantes do FCR são: Fundação Aperam Acesita, Fundação Otacílio Coser, Instituto Camargo Corrêa, Instituto Holcim, Instituto Arcor Brasil e Instituto Votorantim. O Instituto Arcor Brasil é o administrador financeiro do fundo.

Focus- Programa de Desenvolvimento Integral Territorial

A Corporação Consórcio para o Desenvolvimento Comunitário em parceria com a Fundação Corona, Fundação EPSA, Fundação Smurfit Kappa Colômbia e a Fundação Interamericana (IAF), formaram em 2004 o Fundo Focus, cujo objetivo, até 2012, foi promover o desenvolvimento de base mediante o acompanhamento e cofinanciamento de projetos de organizações de base (ODB) em condição de pobreza e vulnerabilidade.

A partir de 2012, Focus inicia uma nova fase na qual decide apostar na promoção de investimentos com enfoque territorial, dinamizando processos de planejamento e gestão do desenvolvimento em dois departamentos (Cauca e Valle del Cauca) e três territórios (municípios de Bolívar, El Tambo e Morales), para potencializar e afiançar as conquistas obtidas na sua primeira fase, e articular o desenvolvimento de base com propostas de desenvolvimento territorial de maior impacto e permanência.

Fundo de Subdoações do Bloco Mexicano

O Fundo de Subdoações do Bloco Mexicano visa promover entre seus membros esforços coletivos e coordenados a favor de projetos comunitários que fortaleçam as capacidades das pessoas (humanas, técnicas, empresariais), que por sua vez integram as organizações de base, através do acompanhamento, cofinanciamento, seguimento e avaliação de iniciativas focadas no bem-estar social, a democracia participativa e o desenvolvimento de base, com um enfoque integral que favoreça a geração de renda e o cuidado do meio ambiente nas comunidades.

Participam no Fundo de Subdoações a Fundação Merced, a Fundação ADO, a Fundação Haciendas del Mundo Maya, CEMEX, Fundemex e Cemefi que age como administrador.

En Red, Holcim en Argentina, Brasil, Colombia y Ecuador

En Red es fruto de un convenio entre las fundaciones del grupo empresarial LafargeHolcim de Argentina, Brasil, Colombia; la Fundación Holcim Ecuador, la Fundación Interamericana (IAF) y RedEAmérica. Con este proyecto se busca apoyar a organizaciones que promueven acciones de desarrollo comunitario en el entorno de las operaciones de esta empresa es los cuatros países.

Esta alianza tiene como objetivo “financiar proyectos de desarrollo de base que empoderen a organizaciones comunitarias y mejoren la práctica de la inversión social de Holcim Argentina, Brasil, Ecuador y Colombia”." Este primer proyecto regional del grupo contará con la participación directa de 380 personas y beneficiará indirectamente a otras 1.400, aproximadamente, a lo largo de sus tres años de duración. Con este esfuerzo multilateral se busca también facilitar actividades de cooperación entre las organizaciones participantes y estimular la colaboración eficaz de institutos y fundaciones corporativas en este tipo de iniciativas, además de fomentar el desarrollo y empoderamiento de las comunidades donde LafargeHolcim y Fundación Holcim Ecuador tiene presencia.

Para el cumplimento de sus objetivos el proyecto a lo largo del 2015 seleccionó 40 organizaciones de base en los siguientes municipios: Barroso/MG en Brasil; Guayaquil, Latacunga y Quito en Ecuador; Malagueño, puesto viejo y San Salvador de Jujuy en Argentina y Bogotá, Nobsa y Sogamoso en Colombia. Posteriormente se desarrollo una caracterización que permitió identificar las necesidades transversales y particulares de su fortalecimiento. Simultáneamente con este proceso se inició la elaboración de un proyecto de inversión social, por parte de cada una de las ODB, para aplicar en 2016 al Fondo de Subdonaciones de la alianza. Los proyectos seleccionados iniciaran su ejecución en el 2016 e irán hasta finales de 2017.

Programas finalizados

PorAmérica foi um programa regional que encerrou em 2015 e procurou melhorar as condições econômicas das famílias de baixa renda, consolidando um modelo de desenvolvimento de base, de fortalecimento organizacional e de geração de renda, mediante alianças entre organizações de base (ODBs) e organizações empresariais.

O Programa foi uma parceria entre a RedEAmérica, 27 membros da Argentina, Brasil, Guatemala, Colômbia, Equador e Peru, e o Banco Interamericano de Desenvolvimento -BID-, através do Fomin. A operação esteve a cargo do Consórcio para o Desenvolvimento Comunitário (Colômbia).

Nos cinco anos de trabalho o programa PorAmérica conseguiu: financiar e fortalecer 70 projetos em seis países com 25 entidades parceiras; 143 ODBs acompanhadas e fortalecidas; beneficiar 3.052 famílias e 13.174 pessoas; e capacitar 1.178 pessoas (42% mulheres e 58%homens). 

Todos os resultados, documentos e vídeos do programa estão em www.poramerica.org

Em 2013 terminou o Programa SUMA, criado em 2008 no Peru e na Guatemala, como uma experiência prática de Aliança Público-Privada para o Desenvolvimento (APPD) com uma vigência de cinco anos e formada pela Associação Los Andes de Cajamarca (ALAC), Associação UNACEM, Fundação Pantaleón e o cofinanciamento da IAF, a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e a Fundação CODESPA. O programa visava melhorar a qualidade de vida das populações em situaçãode pobreza, no Peru e na Guatemala, através do incremento dos níveis de renda de forma sustentável e em longo prazo.

SUMA Peru financiou 41 projetos produtivos apresentados por organizações de base (ODB) localizadas nas margens da cidade de Lima e nas áreas rurais de Cajamarca, e contou com o cofinanciamento de USD $ 1.155.798. O programa permitiu melhorar a situação socioeconômica e a qualidade de vida de 319 famílias através do desenvolvimento de capacidades, o aumento da sua renda e a criação e consolidação de oportunidades de emprego dentro dessas organizações.

Faça o download dos documentos de sistematização do programa:

O Fundo BR foi o resultado do convênio firmado em setembro de 2007 entre o Bloco Brasileiro da RedEAmérica e a IAF. Nasceu com dois propósitos: a criação de um fundo de cofinanciamento e apoio para os projetos de desenvolvimento de base, e o fortalecimento da RedEAmérica no Brasil. Ademais, dentro dos objetivos específicos do Fundo, inclui-se: aumentar o apoio a organizações de base, aumentar a efetividade dos programas dos membros do convênio compartilhando aprendizados, melhores práticas, políticas e metodologias, adotar os elementos comuns de gestão e operação entre os membros da RedEAmérica e construir um modelo que permita atrair outros financiadores.

O Fundo BR realizou três editais em 2008, 2009 e 2010, que se focalizaram na destinação de recursos para o apoio técnico e financeiro a 23 projetos de desenvolvimento de base em quatro estados do Brasil. O Fundo BR encerrou em 2012 e o processo de sistematização encontra-se disponível no documento “Gestão em Rede de um Fundo de Investimento Social em Desenvolvimento de Base”.

Download o documento final

O Fundo Nacional Colombiano (PFNC) foi criado em 2005, entre a IAF e oito organizações pertencentes ao Bloco Colombiano, com o objetivo de construir um modelo de intervenção no desenvolvimento de base, articulado a processos de educação e geração de renda, no qual se aproveitasse o saber de cada organização e lhe dessem valor agregado para gerar maior impacto e contribuir com conhecimento para os demais blocos da Rede.

O Fundo Nacional Colombiano funcionou em 40 municípios localizados em 10 departamentos, assim como em Bogotá, até o dia 16 de março de 2014. No total, o Fundo apoiou nos seus três componentes (geração de renda, educação e trabalho com comunidades em risco de deslocamento forçado) 74 projetos por um valor de USD $ 2.696.583, sendo USD $ 1.169.151 aportados em dinheiro pelos parceiros do programa para financiar os projetos, e USD $ $ 1.527.431 sendo recursos de contrapartida mobilizados em dinheiro ou em espécie, os quais foram aportados ou gerenciados pelas organizações de base, comunidade, fundações acompanhantes, entidades locais públicas e privadas e ONG.

Faça o download do documento “Balanço e avaliação do Programa”

La Iniciativa Común tuvo como objetivo implementar proyectos de manera conjunta para fomentar el desarrollo de base. Su perspectiva es que, al comprender los contextos en los que se encuentran los jóvenes, ellos mismos pueden crear soluciones que les permitan actuar para el fortalecimiento de la democracia y ratificar la ciudadanía.

La alianza que respalda el Fondo Iniciativa Común de Brasil nació en el 2004 y está constituida por la Fundação Aperam Acesita, la Fundação Otacilio Coser, el Instituto Arcor, el Instituto Camargo Corrêa, el Instituto de Cidadania Empresarial, el Instituto Holcim, el Instituto Indusval Multistock de Sustentabilidade y la Fundación Interamericana.

Reciba nuestro boletín mensual

Ação colaborativa

 

Grupos de afinidade – “Com o mesmo objetivo”

Facilita a interação entre os membros  para estimular práticas mais efetivas e produzir conjuntamente novos conhecimentos em torno de interesses comuns.

Explore mais


 

Alianças e programas – “Juntos fazemos mais”

Promove articulação e sinergia entre os membros e aliados para a realização de iniciativas colaborativas de investimento nas comunidades.

Explore mais


 

Mapa dos Territórios e Temas

Em 2017, lançamos um mapa que facilita a informação para criar trocas, conexões entre os membros da Rede e outros atores.

Explore mais


Copyright 2018 RedEAmérica | TERMINOS Y CONDICIONES